Coronavírus: BNDES libera R$ 55 bilhões para dar fôlego às empresas

Montante reservado pelo banco será usado para capital de giro e refinanciamento; repasse ao FGTS será administrado pelo Ministério da Economia

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) anunciou hoje medidas para injetar R$ 55 bilhões no sistema financeiro brasileiro. Esse montante será empregado em quatro frentes, segundo o presidente do banco, Gustavo Montezano.

A primeira é a transferência de R$ 20 bilhões de recursos do PIS/Pasep para o FGTS. O uso desses valores ficará a cargo do Ministério da Economia.

A segunda é a suspensão integral de pagamentos de juros e principal por até seis meses para as empresas que têm financiamento direto com o BNDES. O prazo total fica mantido, e o saldo é capitalizado. “Isso traz um alívio de caixa para as empresas”, diz Montezano. Serão destinados R$ 19 bilhões para essa frente.

Na terceira frente, também de refinanciamento, serão suspensos os pagamentos de juros e principal por até seis meses para empresas com operações indiretas com o BNDES. Ou seja, os negócios que tomaram crédito de linhas do BNDES por meio de repassadores financeiros. São, segundo Montezano, principalmente pequenas e médias empresas, que podem procurar seus bancos para solicitar o refinanciamento. Aqui, serão destinados R$ 11 bilhões.

E, na quarta frente, o BNDES anunciou o lançamento de R$ 5 bilhões para a ampliação de crédito para micro, pequenas e médias empresas. O montante, destinado a capital de giro, terá repasse via agentes financeiros. Os empréstimos estão disponíveis para negócios que o BNDES classificou como “desde micro até R$ 300 milhões de faturamento anual”. A carência é de até 24 meses, e o prazo de financiamento, de até 60 meses. O limite por tomador é de até R$ 70 milhões.

Segundo Montezano, o BNDES anunciará, ao longo da próxima semana, medidas setoriais. Entre os segmentos que receberão as ações estão bares e restaurantes, turismo e companhias aéreas, além dos estados e municípios.

 

 

Fonte: https://revistapegn.globo.com/Administracao-de-empresas/noticia/2020/03/coronavirus-bndes-anuncia-r-55-bilhoes-em-credito-para-empresas-e-repasse-ao-fgts.html



0